Como solucionar o retorno 173 – Chave de comunicação inválida

Home - Gestão de DocumentosInvoiCy  - Como solucionar o retorno 173 – Chave de comunicação inválida

Analista e Consultor de Negócios da Migrate. Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, é responsável pela evolução dos produtos InvoiCy e estreitamento do relacionamento com Parceiros!


Olá! Neste artigo vamos apresentar algumas das principais causas do retorno 173 – chave de comunicação inválida, muito comum no início da integração, e que pode causar bastante dúvida no início dos testes de desenvolvimento.

Vamos lá! Antes de mais nada, devemos entender como funciona o processo de validação da chave de comunicação do InvoiCy. A essa altura, você já deve saber que é necessário gerar uma chave de comunicação MD5, com base na chave de acesso da empresa com o XML que está sendo enviado. Essa informação é alimentada no parâmetro “EmpCK” do WebService. Caso tenha dúvidas quanto a geração do MD5, consulte o respectivo artigo clicando aqui.

Quando ocorrer alguma falha na geração desta chave MD5, você receberá o retorno 173 – chave de comunicação inválida. Abaixo seguem alguns dos problemas rotineiros na geração da chave, que geram este retorno:

  • Usar chave errada para geração do MD5. Conforme visto no artigo “Gerando o Código Hash no formato MD5”, é necessário utilizar a chave de acesso da empresa cadastrada no InvoiCy. Ao término do cadastro de uma empresa, é gerada a chave que deve ser utilizada neste processo. Para se certificar de que está utilizando a chave correta, acesse no InvoiCy o menu Painel de Controle > Dados da empresa, campo “Chave de Acesso”. Esta é a chave que deve ser utilizada para geração do MD5.
  • Enviar palavras com acentuação gráfica ou caracteres especiais no XML do documento. Não é permitido o envio de caracteres especiais no XML.
  • Dupla conversão do XML para texto. Sabemos que no momento do envio de um documento ao WebService, os caracteres < e > do XML devem ser substituídos por &lt; e &gt; respectivamente. A maioria das ferramentas de desenvolvimento já realiza essa conversão de forma automática, não sendo necessário fazer a conversão manualmente. Porém, quando é realizada a conversão manual e a ferramenta também realiza esse processo, ocorre a dupla conversão, o que irá causar erro no momento do envio da nota, e poderá gerar também erro de chave de comunicação inválida.
  • Modificar informações no XML após geração do MD5. Não é permitido alterações no XML após geração do MD5. Em caso de qualquer alteração, deverá ser gerado novamente o MD5.
  • Problemas no método gerador de MD5 da ferramenta de desenvolvimento. É um problema comum para quem utiliza DELPHI, e costuma ocorrer falha no processo de geração deste hash em versões mais antigas da ferramenta. Para comparar um MD5 gerado pela aplicação com o MD5 correto, pode-se usar o seguinte site: http://www.miraclesalad.com/webtools/md5.php

Basta inserir a chave de acesso, mais o XML (tudo junto e linearizado), e então verificar o MD5 gerado.

Em caso de dúvidas no processo, não deixe de encaminhar um e-mail para nossa equipe de atendimento atendimento@migrate.info. 

Conheça a Plataforma InvoiCy! 

Mantenha foco no seu negócio! Nós cuidamos da emissão fiscal para você! Entre em contato com nossos consultores online e solicite uma apresentação da Plataforma InvoiCy agora mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisando de ajuda?

Nosso suporte é feito através da abertura de chamados pelo email:
atendimento@migrate.info

Caso já tiver aberto um chamado, você também pode ligar para o número
+55 55 3535 4800

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação.

Política de Privacidade